Por Luigi Gomes

Olá de novo, meus amigos!

               É um prazer estar de volta aqui na Delta Pokémon. Se você está lendo esta coluna pela primeira vez, é um prazer nos encontrarmos pela primeira vez, e recomendo altamente que você leia as matérias passadas!

                Prosseguindo nossa viagem pelas expansões de Pokémon TCG, hoje vamos começar tratar do mini-bloco de coleções chamado de Gym, dedicado aos líderes de ginásio da região de Kanto. Estas coleções fizeram muito sucesso, tanto no Japão, quanto no Ocidente, e muitas de suas mecânicas marcaram o jogo até os dias de hoje. Vamos então falar sobre a primeira metade, Gym Heroes!

GymHeroesLogo

             No Japão, esta coleção foi chamada apenas de Gym Booster, e foi seguida por uma continuação chamada de Gym Booster 2, sendo que ambas possuíam o mesmo símbolo de coleção. A primeira, lançada em outubro de 1998, só possuía cartas dos primeiros quatro líderes de Kanto (Brock, Misty, Surge e Erika), mas quando foi lançada em agosto de 2000, no Ocidente, a Wizards decidiu misturar as cartas das duas séries, para fazer um set mais balanceado.

gym 1

          Entre as controvérsias dessa expansão: no Japão, os quatro decks (um para cada líder) possuíam cartas que não podiam ser obtidas nos boosters da coleção. Na versão ocidental, essas cartas foram adicionadas aos boosters. Até aí tudo bem, mas as cartas raras dos decks em geral possuíam poder consideravelmente menor do que as raras normais, perfazendo assim uma série de cartas raras e inúteis, detestadas pelos compradores, e que ficaram conhecidas como common rares (“raras comuns”).

        Veja abaixo algumas delas:

Gym 2

           Os jogadores ficaram tão irritados com essas common rares, que daí por diante, a Wizards passou a editar as raridades das cartas dos próximos sets, para evitar cartas raras e ruins dessa maneira.

            Outro ponto interessante a respeito de mesclar os decks japoneses com a coleção principal, foi que as cartas que personificam os líderes tiveram duas artes diferentes. As quatro que mostramos lá no início do post foram as artes que vieram nos boosters. As outras quatro, com acabamento holográfico, vieram nos decks japoneses, e vocês podem conferir abaixo (notem que o contorno da insígnia de cada um aparece no fundo, e a insígnia mesmo sempre aparece na roupa deles).

Gym 3

            Nessa coleção, tivemos a sorte de quase todos os cards serem ilustrados pelo próprio Ken Sugimori. E à diferença das ilustrações normalmente atríbuídas a ele, que são meramente montagens de ilustrações soltas com um ou outro fundo, nessa expansão temos artes genuínas feitas pelo mestre.

Gym 4

            E como não destacar as maravilhosas artes de Atsuko Nishida, uma ilustradora que estreou na coleção Team Rocket, e até hoje nos surpreende com artes maravilhosas! Seu estilo, inspirado na tendência de Mitsuhiro Arita de posicionar os pokémon em seu habitat é realmente belíssimo (cliquem pra ver, vale a pena).

Gym 5

Gym 6

             Para não acabar com o fôlego de vocês de uma única vez, vamos encerrar por aqui, e no próximo artigo vamos dar uma olhada individual em cada um dos 4 líderes desta coleção.

             Um abração, e até lá!

P.S.: Não se esqueçam de comentar ali embaixo, se gostaram de algo, se não gostaram, se lembram de alguma coisa que eu esqueci, para me corrigir se tiver errado em alguma coisa. xD

Matéria Postado Originalmente em Pokémon Lecture.Blogspot

Anúncios