Por Antônio C. Pereira

                   Olá amigos e amigas. De tempos em tempos o metagame segue por um caminho incomum, por vezes para lá de estranho, e aparecem decks interessantes e consistentes até a retomada para o caminho “tradicional” do jogo. Hoje vamos falar de um desses decks, que visa eliminar todas as cartas do oponente, e vencer por deck out. Eis o que precisaremos:

A LISTA

Pokémon (20)

1x Mr. Mime (Plasma Freeze / Congelamento de Plasma)71-swoobat
2x Ralts
1x Kirlia
2x Gardevoir (Next Destinies / Próximos Destinos)
2x Sigilyph (Legendary Treasures)
4x Woobat
4x Swoobat (Boundaries Crossed / Fronteiras Cruzadas)
2x Feeba
2x Milotic (Flashfire / Flash de Fogo)

Trainers (32)

1x Downsing Machine (Máquina de Prospecção)
3x Level Ball (Bola de Nível)
1x Professor’s Letter (Carta do Professor)
2x Rare Candy (Bala Rara)57-gardevoir
1x Startling Megaphone (Megafone Assustador)
1x Super Rod (Super Bastão)
2x Switch (Substituição)
3x Ultra Ball (Ultra Bola)
2x Colress
3x N
2x Professor Juniper
3x Skyla
4x VS Seeker
2x Dimension Valley (Vale Dimensional)
2x Share Exp. (Compart. Exp.)

Energy (8)

8x Energias Psíquicas

ANALISANDO O DECK

            Esse deck apoia-se no combo entre dois pokémons psíquicos para funcionar de forma adequada. O primeiro deles é a Gardevoir com a habilidade Psychic Mirage, com ela em jogo, todas as energias psíquicas ligadas a pokémons psíquicos contam como duas energias psíquicas, deixando o nosso baralho com 16 energias ao todo, se todas estiverem em campo. O segundo pokémon chave é o Swoobat, o ataque Jet Woofer, que possui um efeito muito interessante, descarta uma carta do topo do deck do oponente a cada energia psíquica ligada ao nosso atacante. Hum, então, com 3 energias ligadas ao morcego, mais a Gardevoir em campo, vão-se 6 cartas do oponente? Exato, a nossa estratégia baseia-se nessa sinergia, ligar energias e eliminar cartas do adversário.

         23-milotic   Para evitar ataques ao banco a melhor carta é o Mr. Mime, não podemos nos dar o luxo de perdermos pokémons chaves para a estratégia. Existem no momento muitos atacantes que espalham dano pelo campo, ou focam em cartas no banco, por isso a preocupação em bloquear essa via para o adversário.

           Em alguns casos precisaremos ganhar tempo, principalmente contra EXs e Mega Evoluções, para esses momentos contamos com o Safe Guard do Sigilyph, para ganharmos algumas rodadas e pensar em como acelerar o jogo sem ceder prêmios. Dentre as acelerações possíveis para este deck, uma interessante, e por isso selecionada, é a Milotic e sua habilidade Energy Grace, em momentos cruciais, podemos sacrificá-la para resgatar energias na pilha de descartes e ligá-los ao pokémon que desejarmos, isso permite uma boa contra-medida ao nocaute do turno anterior.66-sigilyph

            Outras cartas interessantes são os stadiums para tornar a vida de Sigilyph mais fácil, caso seja preciso atacar o oponente, tornando o ataque possível com uma energia (se Gardevoir já estiver pronta); enquanto que Share Exp. visa manter energias em campo, diminuindo as perdas com um nocaute imprevisto com o ataque adversário. Já Super Rod se mostra bem versátil, por permitir o resgate tanto de pokémons, quanto de energias, sendo um pouco mais útil se comparado à Sacred Ash. A utilização de N e Colress está liberada, e deve ser usada sempre que necessário, pois ambos os supporters renovam a mão sem descartar a amão anterior, prevenindo assim o desperdício de recursos valiosos.

OPÇÕES

            Algumas cartas que visam aumentar o número de descartes podem fazer parte de nossa lista final, caso queiramos mudar um pouco a mecânica de jogo. Uma delas é a Trick Shovel (Flashfire), que nos deixa olhar e descartar (caso desejarmos) a carta no topo do deck, nosso ou do oponente, acelerando um pouquinho o jogo.

     98-trick-shovel       Mistery Energy (Prantom Forces) poderia ser uma ótima resposta aos possíveis Lysandres do oponente, mas devem ser usadas com cuidado, pois não podem ser recuperadas ou recicladas ao longo da partida. Outras opções podem surgir, podendo ser testadas para saber sua eficiência ao longo do jogo.

            Um bom complicador para o oponente seria a inclusão do Lysandre (Flashfire/Anciet Origens), para puxar quele pokémon de recuo alto e sem energia, permitindo um respiro na rodada seguinte, e mais descartes por parte do adversário, seja de itens ou energias.

CONCLUSÃO

            Duas considerações devem ser feitas, a primeira é o fato de pular a explicação de algumas cartas de forma proposital, para não tornar as explicações muito maçante, a segunda é o fato dos pokémons possuírem baixo HP, tornando-os presas fáceis para ataques com alto dano. É preciso lembrar que esse deck não visa o combate direto, que deve ser evitado ao máximo. No mais, é isso. Boa jogatina a todos.

Nos esbarramos por aí.

528

                  Monte e jogue com este deck, e depois envie suas opiniões para nós. Estamos curioso para saber o quanto divertido foi sua experiência.

Ate a próxima!!

Anúncios